Travelex Bank
  • flag br
  • flag usa

Acesse seu Internet Banking

Acesse o nosso Internet Banking e faça suas operações de câmbio online.

Selecione o tipo de conta

Qual a melhor maneira de investir o dinheiro que ainda está na poupança?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5,00/5 - 3 avaliações)
carregandoLoading...

3 min de leitura

Por: Travelex Bank • 14 jul

A aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros está batendo recorde de retiradas em 2022. De acordo com o Banco Central, até a metade de abril, os brasileiros sacaram R$ 46,29 bilhões a mais do que depositaram na caderneta de poupança. Para os que ainda mantêm reservas nesse tipo de investimento, vale lembrar: a segurança e alta liquidez rendem pouco — a ponto de não cobrir a alta da inflação. Conversamos com os especialistas do Travelex Bank para sugerir o que você pode fazer com o dinheiro estacionado na poupança.

A poupança já não é mais a mesma

A caderneta de poupança foi criada em 1861, no Rio de Janeiro, na Caixa Econômica Federal pelo imperador Dom Pedro II. No início, a ideia era garantir que as pessoas tivessem acesso a uma opção de investimento seguro e adequado a diversos perfis — desde aqueles que desejavam fazer pequenas economias até os grandes investidores. E deu certo. O produto, até hoje, é a primeira opção para brasileiros que guardam dinheiro, muito por conta da solidez e da facilidade na aplicação.

Entretanto, a poupança já viveu dias melhores. Até recentemente, ela rendia 70% da Taxa Selic (juros básicos da economia). Desde dezembro do ano passado, passou a render o equivalente à taxa referencial (TR) mais 6,17% ao ano, uma vez que a Selic voltou a ficar acima de 8,5% ao ano. Atualmente, os juros básicos estão em 13,25% ao ano – o que é insuficiente para fazer a poupança render mais que a inflação e explica a fuga de alguns investidores.

De março de 2021 a março de 2022, a caderneta rendeu poucos 4,34%. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), que mede a inflação oficial, atingiu 11,3%. Diante desse cenário, continuar insistindo é o equivalente a perder recursos.

Conheça 3 investimentos de baixo risco que rendem mais do que a poupança

Primeiro, vamos reforçar que juros mais altos aumentam a rentabilidade de títulos de renda fixa privados e públicos. Tesouro Direto e CDBs (Certificado de Depósito Bancário) são bons exemplos. Já entre as modalidades com maior retorno projetado estão as debêntures incentivadas –  títulos emitidos por empresas para financiar seus projetos e operações, LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e LCA (Letras de Crédito do Agronegócio). Nesse contexto, a renda fixa tende a continuar desbancando a renda variável em atratividade, uma vez que disponibiliza várias opções de menor risco com rentabilidade atrelada à Selic.

Antes de começar, avalie:

  1. Seus objetivos;
  2. A necessidade de eventual resgate no curto prazo;
  3. A sua disposição para assumir mais ou menos riscos.

Pode não ser fácil à primeira vista, mas vale a pena. Listamos aqui 3 ativos de baixo risco que rendem mais do que a poupança:

  • Certificado de Depósito Bancário (CDB)

É um investimento de renda fixa em que o dinheiro é aplicado em uma instituição financeira. Em troca, você recebe o valor que investiu acrescido da rentabilidade prevista. Há diferentes modalidades, com opções prefixadas (a rentabilidade é determinada por uma taxa de juros), ou pós-fixadas (atreladas a um indicador, como o CDI). Em alguns casos, pode haver um prazo mínimo para resgate e, após a carência, a liquidez geralmente é diária.

Por que o investimento em CDB é melhor que a poupança? Mesmo com a cobrança da alíquota de imposto de renda, o rendimento do CDB pode ser maior do que a poupança. Para garantir isso, o investidor precisa estar atento às características da remuneração.

  • Tesouro Direto

É uma forma de investir em títulos públicos e uma boa opção para quem quer estourar a bolha da poupança. É uma aplicação para a realização de investimentos no Brasil, como obras de infraestrutura, compra de equipamentos e outras ações. Você empresta dinheiro para o governo, que se compromete a pagar o valor que você investiu mais um rendimento, que varia conforme o tipo de título.

Por que o investimento em Tesouro Direto é melhor que a poupança? Existem prazos mínimos para resgate, alguns são longos. Mesmo assim, a remuneração sempre é maior do que a obtida com a caderneta. É uma solução interessante para reunir recursos de olho na aposentadoria, pois garante um rendimento protegido das perdas oriundas da inflação

  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA)

São títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras, como os bancos lastreados em operações de crédito com garantia imobiliária ou relacionados ao agronegócio, respectivamente. Ao investir, você empresta dinheiro para a instituição financeira emissora e ajuda a fomentar esses setores no Brasil. Em troca, você recebe seu dinheiro corrigido por juros em uma data predefinida.

Por que o investimento em LCI e LCA é melhor que a poupança? São ativos de rendimento melhor do que a poupança e com um risco tão baixo quanto. Além disso, também contam com isenção do imposto de renda.

Leia também: Ações internacionais – por que e como investir

Fontes: Agência Brasil, E|Investidor e G1

Compartilhe esse post.

Preencha seus dados e receba as novidades do Travelex Bank

    Travelex Bank

    Somos o primeiro banco do país a operar exclusivamente em câmbio, aprovado pelo Banco Central do Brasil. Segurança, confiabilidade e conveniência são nossos diferenciais. No Travelex Bank, geramos negócios rentáveis e de valor.

    Travelex Bank

    Somos o primeiro banco do país a operar exclusivamente em câmbio, aprovado pelo Banco Central do Brasil. Segurança, confiabilidade e conveniência são nossos diferenciais. No Travelex Bank, geramos negócios rentáveis e de valor.