Acesse seu Internet Banking

Acesse o nosso Internet Banking e faça suas operações de câmbio online.

Selecione o tipo de conta

Cartão Corporativo

Veja o saldo e extrato do seu cartão corporativo

SALDO E EXTRATO

A dicotomia no mundo econômico

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
carregandoLoading...
Resumo de Mercado

3 min de leitura

Por: Travelex Bank • 9 jun

O Banco de Câmbio Travelex Bank traz o Resumo de Mercado para essa terça-feira, 09/06/2020

Ásia fecha em alta; Bolsas da Europa e futuros de NY cedem.

AGENDA DE EVENTOS 09/06/2020

BRASIL
08:00
FGV: IGP-M – Jun (1ª prévia)
08:00 FGV: Indicador antecedente de emprego – Mai
08:00 FGV: IPC-S Capitais – Jun (1ª quadr.)
09:00 IBGE: Pesquisa Industrial Mensal Regional – Abr
11:30 BC faz leilão de 12 mil contratos de swap cambial (US$ 600 milhões), para rolagem 11:00 Deptº do Comércio: Estoques no Atacado – Abr

EUA
11:00
Deptº do Trabalho: Jolts/Abertura de vagas – Abr
17:30 API: Estoques de petróleo e derivados – semana até 05/06

EURO
Sem Destaques

ÁSIA
22:30
NBS: Índice de preços ao consumidor – Mai
22:30 NBS: Índice de Preços ao Produtor (PPI) – Mai

BRASIL
A dicotomia no mundo econômico

Por Pedro Molizani – Trader Mesa de Câmbio Travelex Bank, o seu Banco de Câmbio

A esfera econômica vive, nos dias atuais, dois movimentos opostos. De um lado, a economia real tem ficado à mercê das consequências econômicas da pandemia causada pelo novo coronavírus. A fim de dimensionar tais estragos, o Banco Mundial divulgou, no dia de ontem, algumas predições e prevê que as economias emergentes sofrerão uma queda de 2,5% neste ano – situação inédita nos últimos sessenta anos. Por aqui no Brasil, o tombo será maior: 8% de retração econômica em 2020. Maior encolhimento do Produto Interno Bruto brasileiro desde a série histórica que começou a 120 anos atrás.

Do outro lado, em uma outra realidade, tem-se o mercado financeiro cujos ânimos com as perspectivas de reabertura tem feito índices se recuperarem e a moeda brasileira se valorizar em uma velocidade alta. É verdade que há uma correlação inegável entre o Brasil e os números obtidos pelo S&P 500 e o alto grau de otimismo vindo de Wall Street. No dia de ontem, apesar das crises nas esferas política, econômica e sanitária, a Bolsa de Valores de São Paulo subiu mais de 3%, fechando aos 97 mil pontos, caracterizando, desse modo, o sétimo dia de alta consecutiva. Já o dólar terminou o dia cotado a R$ 4,85, menor valor em três meses.

Voltando-se às políticas econômicas provenientes de Brasília, o crédito para micro e pequenas empresas (de 15,9 bilhões de reais) deve se concretizar esta semana, segundo Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil. Tal crédito terá juros baixos e poderá ser pago em até três anos. Finalmente, o Ministro da Economia admitiu que poderá estender os projetos para tentar mitigar os efeitos devastadores causados pelo surto global da COVID-19. Segundo Paulo Guedes, o governo poderá desenvolver um programa de renda mínima pós pandemia. A intenção é auxiliar os brasileiros mais vulneráveis e os trabalhadores informais.

MUNDO
Ásia fecha em alta; Bolsas da Europa e futuros de NY cedem

Por Pedro Molizani – Trader Mesa de Câmbio Travelex Bank, o seu Banco de Câmbio

As bolsas europeias reduziram perdas após a divulgação da terceira leitura do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro, que encolheu 3,6% no primeiro trimestre ante os três meses anteriores, menos do que estimado anteriormente (-3,8%). E os índices futuros das bolsas de Nova York operam também em baixa, realizando ganhos, após o recente rali alimentado pelo otimismo com a recuperação econômica pós-coronavírus, e com os investidores focados para a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed), que começa mais tarde e será concluída amanhã.

Às 7h20, a Bolsa de Londres caía 1,88%, a de Paris recuava 2,04% e a de Frankfurt cedia 2,09%. No mercado futuro em Nova York, Dow Jones caía 1,22%, S&P 500 recuava 1,07% e Nasdaq se desvalorizava 0,67%. As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta terça-feira, sustentadas ainda pela percepção de que a economia global poderá se recuperar do choque do coronavírus de forma mais rápida do que se imaginava. A exceção foi a bolsa japonesa, que caiu em meio à valorização do iene ante o dólar com expectativas de que o Federal Reserve (Fed) mantenha sua postura altamente acomodatícia na reunião de política monetária, que começa nas próximas horas e será concluída amanhã.

Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,62%. O Hang Seng se valorizou 1,13% em Hong Kong e o sul-coreano Kospi subiu 0,21% em Seul, na oitava sessão consecutiva de ganhos. Em Tóquio, no entanto, o índice Nikkei caiu 0,38%. Na Oceania, a bolsa australiana voltou de um feriado nacional com forte ímpeto de valorização, de 2,44% em Sydney, atingindo seu maior patamar desde 6 de março.

Fonte: Broadcast

Compartilhe esse post.

Preencha seus dados e receba as novidades do Travelex Bank

Travelex Bank

Somos o primeiro banco do país a operar exclusivamente em câmbio, aprovado pelo Banco Central do Brasil. Segurança, confiabilidade e conveniência são nossos diferenciais. No Travelex Bank, geramos negócios rentáveis e de valor.

Travelex Bank

Somos o primeiro banco do país a operar exclusivamente em câmbio, aprovado pelo Banco Central do Brasil. Segurança, confiabilidade e conveniência são nossos diferenciais. No Travelex Bank, geramos negócios rentáveis e de valor.